Comissão Eleitoral publica o resultado das eleições no Diário Oficial da União

27/06/2019

O Coordenador da Comissão Eleitoral do Conselho Regional de Biologia 2ª Região, Marcos Aurélio de Souza Lima, publicou na presente data, 27/06/2019, no Diário Oficial da União, o resultado das eleições 2019, realizada entre os dias 19 e 24 de junho, comunicando que a Chapa 1 - Orgulho de Ser Biólogo, que obteve 941 votos, representando 31,6% dos 2980 votos válidos, obteve a maioria dos votos.

A chapa 2 – Pró-Biólogos recebeu 867 votos (22,43%), a chapa 3 – Rumo Certo alcançou 695 votos (17, 98%) e a chapa 4 – Ação em Evolução atingiu 477 votos (12,34%). Houve 885 (22,80%) votos nulos e brancos.]

A base atual de eleitores do CRBio-02 é de 11818 eleitores. Entre esses, 6223 eleitores estavam aptos a votar e 5595 não estavam habilitados.

Foram computados 3865 votos, totalizando participação de 62,11% dos eleitores aptos. Os válidos somaram 2980 votos. Os eleitores aptos que não votaram podem enviar suas justificativas pelo site das eleições até o dia 11/10. Para justificar é preciso se identificar por meio do número de registro e senha do biólogo.

A publicação da Comissão Eleitoral se deu após o laudo de auditoria da empresa The Perfect Link, que validou o processo, e atende ao determinado pela Lei 6.684/1979, o Decreto 88.438/1983, e o artigo 24 da Instrução Eleitoral, que determina publicação pela Comissão Eleitoral.

De acordo com o Calendário Eleitoral, com relação à decisão da Comissão Eleitoral que declarou a chapa eleita cabe recurso, por escrito, contendo de forma clara as razões, a ser interposto perante a Comissão Eleitoral, até às 17h do dia 02 de julho.

Anexo: Publicação DOU













[Postado em 27/6/2019 | 936 visualizações]




Quem leu, também se interessou por...

Governo abre chamada pública para financiar pesquisas contra coronavírus

Pesquisadores de todo o país já podem inscrever projetos de enfrentamento ao coronavírus (COVID-19) para receber recursos do Governo Federal. Por meio de uma parceria entre os ministérios da Saúde (MS) e de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), serão investidos R$ 50 milhões no financiamento das linhas temáticas, que incluem o desenvolvimento de novos métodos de prevenção e controle, diagnóstico, tratamento e desenvolvimento de vacinas contra coronavírus e outras doenças respiratórias.